Início Conselho Brasileiro de Oftalmologia








6 usuário(s) online



Busca  
Login  






14/9/2009
A criançada também deve usar óculos escuros

Já é natural os pais e /ou responsáveis proteger as crianças do Sol utilizando o protetor solar, bonés e chapéus, guarda-sol e outros. É a melhor maneira de se prevenir problemas que podem aparecer ao longo da vida adulta, como câncer de pele e envelhecimento precoce. Mas, o que a maioria das pessoas não sabe é que os olhos também merecem atenção. “Os mesmos cuidados que são tomados com a pele devem ser tomados com os olhos”, alerta a oftalmologista Dra. Saraelena Vanderlei Alves.

Os olhos estão sujeitos a riscos semelhantes aos da pele, quando expostos à radiação ultravioleta, principalmente, por tempo prolongado, entre as 9h e 15h. As crianças são ainda mais suscetíveis. “Os olhos de uma criança são os olhos de um adulto em miniatura e os efeitos da radiação solar são cumulativos”, explica Saraelena. Ou seja, quanto mais cedo os olhos forem expostos às radiações, maiores as probabilidades de aparecerem problemas, caso o hábito não seja corrigido.

As conseqüências podem ser desastrosas, com o surgimento de catarata, degeneração da retina e até câncer intra-ocular. “Em razão da transparência dos meios que compõem o olho, há uma maior penetração de radiação, colocando a radiação ultravioleta como fator de risco para doenças que se apresentarão tardiamente na vida, como degeneração macular e catarata”, explica Paulo Elias Dantas, professor de Oftalmologia da Santa Casa de São Paulo.

Prevenção

Contra isso, os pais podem lançar mão dos óculos de Sol. Mas, atenção, devem ter proteção ultravioleta e o material utilizado na fabricação deve ser “adequado ao estilo de vida agitado das crianças, como o policarbonato, considerado inquebravel. A maioria apresenta o selo de qualificação sobre o grau/percentual de proteção contra a radiação UV”, indica Professor Dantas.

Logo, não servem aqueles óculos com lente de plástico, que podem ser comprados em lojas de brinquedos porque não vai ter proteção e a criança ainda corre o risco de quebrar e se machucar..

Porém, ainda é difícil encontrar armações para crianças com idade inferior a quatro ou cinco anos. De qualquer forma, os pais devem expor filhos nesta faixa etária o mínimo possível ao Sol, ficando com eles sob a sombra de uma barraca ou guarda-sol e vestindo-lhes chapéus. Na hora da brincadeira na areia, não tem jeito, a saída é um bom óculos.

Fonte: Portal Genco



           


<< Anterior Índice Próximo >>


Mais Recentes:
07/10/09 - 64% dos cegos do mundo são mulheres
07/10/09 - Diagnóstico precoce é essencial para evitar as doenças da visão
06/10/09 - Lentes de contato: mitos e descuidos que valem os olhos da cara
05/10/09 - Exercício físico é benéfico para pessoas com glaucoma
02/10/09 - Macacos daltônicos voltam a perceber as cores em tratamento


As opiniões expressas no texto acima são de responsabilidade exclusiva dos seus autores.